Logotipo FEP
3 - 1245
Pesquisa    Registo | Subscrição de Newsletter | Recomende este site | Pergunte-nos
Federação
Disciplinas
Calendário
Ranking
Categorias
Federados
Ptrocinadores
Noticias
Formação
Impressos
Rede Nacional de Centros Federados
Galeria Multimédia

Login:
Password:
 
Esquece-se da sua
password? Clique aqui
Email:
 
Base de Dados FEP
FEI
FEI
ENE
International Group for Equestrian Qualifications
Noticias
Circular Nº 28 Dir / 2003
10/09/2003 10:52





Lisboa, 10 de Setembro de 2003


ASSUNTO:  FORMAÇÃO DE PRATICANTES

EXAMES DE SELA

REGULAMENTO


1. INTRODUÇÃO

 O presente Regulamento destina-se aos exames de sela (formação de praticantes), alterando e substituindo o que, a este respeito, foi publicado na Circular nº 02/ADM/01 de 17 de Janeiro - Programa Oficial de Formação de Praticantes. Entra em vigor a partir do dia 1 de Novembro de 2003.

 Tem como objectivo actualizar o nível de exigência a observar nos exames, que definem os três principais graus de progressão da formação de praticantes, referidos no Programa em vigor, isto é:

  Sela 4 - Estribo de Bronze
  Sela 7 - Estribo de Prata
  Sela 9 - Estribo de Ouro.

 Aplica-se aos praticantes de equitação das três disciplinas Olímpicas, ensino, saltos e concurso completo de equitação.

 O exame de Sela 4, mediante adaptações de conteúdo, poderá aplicar-se a praticantes de ensino (isolado), de resistência equestre, de horse ball, de equitação de trabalho, de ensino adaptado, de trec e a guias e acompanhantes de turismo equestre.

 

2. EXAME DE SELA 4

 a) Candidatos
 Praticantes com aproveitamento no exame de Sela 3 apresentados por um proponente, ou directamente no caso de serem maiores de18 anos de idade.

 b) Proponentes
 Docentes de equitação com o nível mínimo de grau II - Monitores, ou o próprio, se for maior de 18 anos.

 c) Local
 Centro de Formação e Exame de 2 ou mais Estrelas.

 d) Provas
  1) De Maneio
Prova prática sobre os temas das Selas 1, 2, 3 e 4.
  2) De Teoria equestre
  Prova escrita sobre os temas das Selas 1, 2, 3 e 4.
  A aprovação exige uma nota mínima de 60%.
  3) De Ensino (dressage)
 Prova em picadeiro descoberto com as dimensões regulamentares, segundo a reprise P3/FEP.
  A aprovação exige uma nota mínima de 50%.
  4) De Saltos (obstáculos)
 Prova de técnica e estilo (hunter) segundo o Regulamento de CSO/FEP com 8 obstáculos isolados, com 0,80 m de altura máxima; um deles será uma cruz com vara de marcação para ser transposto a trote. São excluídos valas, fossos e interdependências inferiores a 25 m.
 A aprovação exige a nota mínima de 100 pontos

e) Examinadores
 Júri composto por dois ou três docentes (mínimo grau II - Monitores)), sendo um exterior ao local do exame (convidado).

 f) Certificação FEP
Os examinandos constarão de uma Pauta a enviar à Federação Equestre Portuguesa, onde obrigatoriamente deverá constar a designação da entidade examinadora (Centro de Formação e Exame), a data do mesmo, o nome dos candidatos, as notas que cada um obteve em cada uma das provas executadas e a nota final de apto, ou não apto. Essa Pauta deverá conter a assinatura dos membros do Júri, com os respectivos nomes dactilografados.
O Centro deverá passar um Diploma aos candidatos aptos de onde conste o nível obtido (Sela 4 - Estribo de Bronze), assinado pelos membros do Júri, segundo o modelo sugerido no Programa Oficial de Formação de Praticantes. Uma fotocópia de cada diploma deverá ser enviada à FEP em conjunto com a Pauta.

g) Consequências
Os candidatos aprovados adquirem o direito à licença de concursista passada pela FEP, que os autoriza a participarem em provas oficiais. Igualmente constitui pré-requisito para admissão ao curso e exame para Ajudante de Monitor (grau I)

 

3. EXAME DE SELA 7

 a) Candidatos
 Praticantes com aproveitamento no exame de Sela 6 apresentados por um proponente, ou directamente no caso de serem maiores de18 anos de idade.

 

 b) Proponentes
 Docentes de equitação com o nível mínimo de grau II (Monitor); ou o próprio, se for maior de 18 anos.

 c) Local
 Centro de Formação e Exame de 3 ou mais Estrelas.

 d) Provas
  1) De Maneio
Prova prática sobre os temas das Selas 5, 6, e 7.
  2) De Teoria equestre
  Prova escrita sobre os temas das Selas 5, 6 e 7.
  A aprovação exige uma nota mínima de 60%.
  3) De Ensino (dressage)
 Prova em picadeiro descoberto com as dimensões regulamentares, segundo a reprise E3/FEP.
  A aprovação exige uma nota mínima de 55%.
  4) De Saltos (obstáculos)
 Prova de técnica e estilo (hunter) segundo o Regulamento de CSO/FEP (classe 1,00/1,05 m), incluindo um duplo a duas passadas de ria/vertical e uma interdependência de 5 ou 6 passos.
 A aprovação exige a nota mínima de 120 pontos.

e) Examinadores
 Júri composto por três docentes com o nível mínimo de grau II (Monitor), sendo o Presidente designado pela FEP, mas com o nível mínimo de grau III - Instrutor. Dois dos três elementos devem ser exteriores ao Centro de Exame.

 f) Certificação FEP
Os examinandos constarão de uma Pauta a enviar à Federação Equestre Portuguesa, onde obrigatoriamente deverá constar a designação da entidade examinadora (Centro de Formação e Exame), a data do mesmo, o nome dos candidatos, as notas que cada um obteve em cada uma das provas executadas e a nota final de apto, ou não apto. Essa Pauta deverá conter a assinatura dos membros do Júri, com os respectivos nomes dactilografados.
O Centro deverá passar um Diploma aos candidatos aptos de onde conste o nível obtido (Sela 7 - Estribo de Prata), assinado pelos membros do Júri, segundo o modelo sugerido no Programa Oficial de Formação de Praticantes. Uma fotocópia de cada diploma deverá ser enviada à FEP em conjunto com a Pauta.

g) Consequências
Constitui pré-requisito para admissão ao curso e exame para Monitor (grau II), neste caso com a obrigatoriedade do cumprimento de uma prova de campo (cross de nível iniciação - Regulamento de CCE/FEP - sobre um máximo de 8 saltos, numa distância não superior a 800 m.

 

4. EXAME DE SELA 9

 a) Candidatos
 Praticantes com aproveitamento no exame de Sela 8 apresentados por um proponente, ou directamente no caso de serem maiores de18 anos de idade.

 b) Proponentes
 Docentes de equitação com o nível mínimo de grau III (Instrutor), ou o próprio, se for maior de 18 anos.

 c) Local
 Centro de Formação e Exame de 4 ou 5 Estrelas.

 d) Provas
  1) De Maneio
Prova prática sobre os temas das Selas 8 e 9.
  2) De Teoria equestre
  Prova escrita sobre os temas das Selas 8 e 9.
  A aprovação exige uma nota mínima de 60%.
  3) De Ensino (dressage)
 Prova em picadeiro descoberto com as dimensões regulamentares, segundo a reprise M3/FEP.
  A aprovação exige uma nota mínima de 55%.
  4) De Saltos (obstáculos)
 Prova de técnica e estilo (hunter) segundo o Regulamento de CSO/FEP (classe 1,10/1,15 m), incluindo um duplo a uma passada de vertical/ria e duas interdependências.
 A aprovação exige a nota mínima de 120 pontos.

e) Examinadores
 Júri composto por três docentes (mínimo grau II), sendo o Presidente designado pela FEP, de grau III (mínimo). Dois dos três elementos devem ser exteriores ao Centro de Exame.

 f) Certificação FEP
Os examinandos constarão de uma Pauta a enviar à Federação Equestre Portuguesa, onde obrigatoriamente deverá constar a designação da entidade examinadora (Centro de Formação e Exame), a data do mesmo, o nome dos candidatos, as notas que cada um obteve em cada uma das provas executadas e a nota final de apto, ou não apto. Essa Pauta deverá conter a assinatura dos membros do Júri, com os respectivos nomes dactilografados.
O Centro deverá passar um Diploma aos candidatos aptos de onde conste o nível obtido (Sela 9 - Estribo de Ouro), assinado pelos membros do Júri, segundo o modelo sugerido no Programa Oficial de Formação de Praticantes. Uma fotocópia de cada diploma deverá ser enviada à FEP em conjunto com a Pauta.

g) Consequências
Constitui pré-requisito para admissão ao curso e exame para Instrutor (grau III), neste caso com a obrigatoriedade do cumprimento de uma prova de campo (cross de nível preliminar - Regulamento de CCE/FEP - sobre um máximo de 8 saltos, numa distância não superior a 800 m.


Pela FEP,

 

Cor. João Bilstein de Sequeira
Vice-presidente

Topo
Imprimir artigo
Enviar artigo a um amigo
voltar
> Destaques
> Press Release
> Circulares
> Comunicados
> Jogos Olímpicos
> Jogos Paralímpicos
Actualização
Calendário
Saltos de Obstáculos
em 31/07/2009

Raides
em 30/06/2009

C.C.E.
em 31/07/2009

Ensino
em 30/06/2009
Federados
em 29/03/2009
Ranking
Saltos de Obstáculos
em 31/07/2009


Raides
em 30/06/2009


C.C.E.
em 31/07/2009


Ensino
em 30/06/2009
Base de Dados FEP
Saltos de Obstáculos
até 31/07/2009


Raides
até 30/06/2009


C.C.E.
até 31/07/2009


Ensino
até 30/06/2009
Contactos  |  Disclaimer  |  Mapa do Site  |  FAQs  |  Links   
Concepção e Desenvolvimento