Logotipo FEP
5 - 1234
Pesquisa    Registo | Subscrição de Newsletter | Recomende este site | Pergunte-nos
Federação
Disciplinas
Calendário
Ranking
Categorias
Federados
Ptrocinadores
Noticias
Formação
Impressos
Rede Nacional de Centros Federados
Galeria Multimédia

Login:
Password:
 
Esquece-se da sua
password? Clique aqui
Email:
 
Base de Dados FEP
FEI
FEI
ENE
International Group for Equestrian Qualifications
Noticias
Equitação Terapêutica
Equitação para pessoas com disfunções diversas
Conteúdo disciplina - Equitação adaptada

EQUITAÇÃO TERAPÊUTICA destina-se a pessoas portadoras de deficiências diversas ou necessidades especiais cujas características exigem uma abordagem especialmente adaptada às suas necessidades. Tem como objectivo ajudar a desenvolver as suas capacidades físicas e psíquicas, proporcionando-lhes através da equitação e do relacionamento com o cavalo uma melhor integração na sociedade e, consequente, melhor qualidade de vida. (www.frdi.net)

A Equitação Terapêutica exige uma constante atenção a questões de segurança a fim de garantir o bem-estar do cavaleiro. É essencial que haja um acompanhamento médico de cada caso, pois existem algumas contra-indicações à prática de equitação. Contudo podemos realçar algumas das vantagens que esta actividade proporciona a pessoas portadoras de deficiência:
- Melhoria da circulação sanguínea e do funcionamento do sistema respiratório.
- Melhoria do equilíbrio, coordenação, lateralidade e postura;
- Melhoria da auto-estima e da imagem de si próprio;
- Aumento da motivação e aprendizagem de novas competências.

Para que estes objectivos sejam plenamente conseguidos, é necessário que a Equipa Terapêutica trabalhe de forma integrada e multidisciplinar, sendo composta por profissionais de diversas áreas, incluindo docentes de equitação terapêutica, médicos, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, psicólogos, professores de ensino especial e de educação física, assistentes sociais, voluntários, ou até a família dos próprios assistidos.

Equitação Terapêutica é um termo genérico que inclui também outras actividades nas quais o cavalo constitui o meio terapêutico; é o caso da HIPOTERAPIA que, aproveitando os estímulos produzidos no corpo do cavaleiro pelo o cavalo em andamento visa alcançar melhorias em termos neuro-musculares. Apenas poderá ser praticada por um fisioterapeuta ou terapeuta ocupacional devidamente habilitado, auxiliado por um docente de equitação terapêutica e um auxiliar lateral.
Antes de iniciar esta actividade é exigida uma autorização médica especializada.

A EQUITAÇÃO ADAPTADA refere-se à vertente competitiva, que encontra o seu expoente máximo nos Jogos Paralímpicos nas modalidades de Paradressage (www.ipec-athletes.de) e Atrelagem. Em Portugal a Paradressage é regulamentada e organizada pela Associação Portuguesa de Dressage.  – APD - www.apd.pt  

A Federação Portuguesa de Desportos para Deficientes é o órgão responsável para os contactos internacionais e constitui o Comité Paralímpico Português.

Topo
Imprimir artigo
Enviar artigo a um amigo
voltar
> Atrelagem
> C.C.E.
> Ensino
> Equitação Adaptada
> Equitação de Trabalho
> Horseball
> Saltos de Obstáculos
> Raides
> Turismo Equestre/TREC
Actualização
Calendário
Saltos de Obstáculos
em 31/07/2009

Raides
em 30/06/2009

C.C.E.
em 31/07/2009

Ensino
em 30/06/2009
Federados
em 29/03/2009
Ranking
Saltos de Obstáculos
em 31/07/2009


Raides
em 30/06/2009


C.C.E.
em 31/07/2009


Ensino
em 30/06/2009
Base de Dados FEP
Saltos de Obstáculos
até 31/07/2009


Raides
até 30/06/2009


C.C.E.
até 31/07/2009


Ensino
até 30/06/2009
Contactos  |  Disclaimer  |  Mapa do Site  |  FAQs  |  Links   
Concepção e Desenvolvimento